10 ações para melhorar sua vida nos próximos 7 dias

Na hora de identificar oportunidades de melhoria na sua vida, não dá para ficar só no desejo por recursos e disponibilidades: é necessário pensar nas pequenas ações que você pode tomar hoje e modificarão favoravelmente a sua vida (afetiva, profissional, familiar, etc.).

Não é necessário ser ambicioso demais na hora de começar: é importante pensar grande, mas não há nada de errado em começar pequeno e crescer com segurança nos seus planos.

Assim, preparei uma lista de 10 ações, com complexidade variada, que você pode analisar, refletir durante o final de semana e escolher 3 itens que colocará em prática na semana que vem. Depois nos conte como foi!

2 – Limpe e organize seu escritório ou quarto usando a tática da terra arrasada: eu tendo a preferir a tática blitzkrieg de organização de ambientes, em que se avança rapidamente (e repetidamente, se necessário) pelo cômodo resolvendo os problemas mais evidentes, sem tocar no que já está certo, até acabar com todos, mais ou menos como o exército germânico fez através da França no início da Segunda Guerra. Mas o método da terra arrasada, similar ao que o exército imperial russo fez para vencer Napoleão, (e que exige muito mais esforço na execução), tem uma vantagem: ele se baseia em primeiro esvaziar o ambiente, e depois ir recolocando os itens lá, como se fosse uma mudança – permitindo assim identificar tudo o que você guarda no fundo do armário e não usa há anos, e assim pode doar ou reciclar, liberando o espaço.

4 – Faça algo muito legal e surpreendente para a sua cara-metade:sabe aquele programa que a namorada (ou esposa, ou namorado, ou esposo) adora e você não dá valor? Surpreenda convidando! Ou resolva alguma situação pendente há meses. Conserte algo que fez errado no ano passado. Geralmente a dinâmica dos relacionamentos reage de forma elástica e multiplicadora a esse tipo de estímulo.

6 – Monte ou atualize seu orçamento: viver “da mão para a boca” é uma forma ineficiente de gerenciar seus recursos. Conhecer seu fluxo de caixa(mesmo que a primeira versão seja aproximada, arredondada e estimada) é importante para ter uma ideia razoavelmente precisa de quanto se recebe, quanto se gasta, e em que, e assim se motivar a gastar melhor, ou realmente se esforçar para encontrar formas de ganhar mais ou finalmente sair das dívidas.

9 – Experimente uma “lista de 30 dias” para combater as compras por impulso: As listas de 30 dias estão entre as ferramentas mais simples para ajudar a vencer o excesso de compras por impulso. E funcionam bem porque são simples: basta uma folha de papel (ou um arquivo no computador) em que você se compromete a registrar cada impulso de compra não-planejada: basta preencher o nome do objeto, o preço e a data. Após 30 dias da data de registro, se a vontade permanecer (e houver recurso…), a compra estará liberada. Assim aquela sensação de “oportunidade” ou de “satisfação com o desembolso” que motiva boa parte das compras desnecessárias terá tempo de se atenuar, e se o desejo de comprar persistir após 30 dias, ele é mais que um impulso.

10 – Organize o pagamento das faturas (e dos débitos automáticos):quase todo responsável pelas despesas de um lar ou de uma família precisa estar atento a uma série de pagamentos. Alguns deles podem ser automatizados (débito em conta e similares mais modernos), outros precisam ser pagos em algum caixa específico. Alguns vêm com contas detalhadas que você nem lê, e poderia ver no site. Outros não têm alertas e você frequentemente esquece de pagar em dia. Que tal gastar 2h resolvendo tudo isso? Entre em contato com os prestadores de serviço e cancele as faturas em papel que forem além do detalhamento necessário, cadastre débito em conta para o que precisar, procure os credores para tentar combinar novos dias de vencimento mensal para as contas que você esquece, agende pagamentos no home banking para os próximos meses de tudo o  que puder, e estabeleça um ou 2 dias do mês para fazer a revisão, acompanhamento e arquivamento periódico dos registros de todas as contas, inclusive as que são processadas automaticamente.

12 – Inicie seu fundo de reserva pessoal: condomínios e sociedades têm fundos de reserva e provisões legais, porque não podem se dar ao luxo de onerar seus integrantes a cada vez que uma despesa irregular ou imprevista surge. Você provavelmente também não dispõe de uma fonte inesgotável de recursos à qual recorrer quando surge o eventual gasto obrigatório inesperado, então é bom poder contar com uma fonte de economia própria (que não pode se confundir com os seus investimentos ou com a poupança que está sendo feita para adquirir algo, por exemplo). A parte mais complicada é a motivação. Veja mais detalhes em “Como poupar: Criando um fundo de reserva pessoal”.

14 – Use um meio de transporte alternativo, um dia por semana: Essa vale especialmente para quem se desloca de carro: que tal encontrar uma maneira de, um dia por semana, usar o transporte coletivo, combinar uma carona, ir de bicicleta, ou até mesmo substituir o deslocamento diário por um dia de home office? Claro que não está ao alcance de todos, mas não é menos meritório por isso.

16 – Cancele um cartão de crédito que você não usa: ou um que você até usa, mas não precisa. Cartões de crédito e contratos de cheque especial são ferramentas de conveniência, e você acaba nem percebendo o custo delas em tarifas – ou porque eles se diluem ao longo do tempo, ou porque empalidecem diante dos juros que você paga (quando é o caso). Ter cartão de crédito e contrato de cheque especial pode ser uma conveniência bem-vinda (se muito bem controlados e usados), mas ter vários e não usá-los bem raramente se justifica. Que tal revê-los, estudar as vantagens e custos de cada um, e cancelar os menos interessantes?

17 – Faça uma pergunta inteligente a alguém que lhe inspira: não precisa ser um “guru transcendental”. Todos nós temos personalidades cujos atos ou palavras ajudam a nos guiar, e em 2011 nem é mais tão difícil entrar em contato com elas: às vezes o mais difícil é conseguir passar pelo filtro das assessorias. Que tal pensar em algo que você gostaria muito de perguntar a alguma delas, e encaminhar a pergunta, ainda que seja pelo Twitter ou pelo link de contato do site dessa pessoa? Só pensar na pergunta já pode inspirar boas ideias. Mas é o “risco” de receber uma boa resposta que faz valer a pena!

21 – Atualize seu currículo: curriculo profissional e acadêmico não é algo que você deve olhar só quando estiver procurando emprego: atualizá-lo regularmente serve como um excelente exercício de auto-avaliação da empregabilidade, e permite encontrar situações que você precisa resolver preventivamente antes de ser tarde demais. Aproveite e melhore o visual do seu currículo, também😉

Talvez você tenha ficado curioso com os números salteados adotados na lista acima, mas eles têm uma razão de ser: é para preservar a identidade com itens similares da lista que consta no post “24 Quick Actions You Can Do Today That Can Change Your Financial Life Forever”, do site Man Vs. Debt. Achei a ideia ótima, mas um pouco desperdicida ao manter o foco apenas no aspecto financeiro.

Assim selecionei só alguns dos itens e preservei um pouco do espírito deles, mas defini minha própria descrição, com o meu foco em Efetividade.

Espero que você possa escolher alguns deles e praticar nos próximos 7 dias, para chegar rapidamente ao item 24 da lista do Man Vs Debt: colocar-se em uma situação em que se permita perceber que está mais feliz😉

Por Augusto Campos via Blog Efetividade

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s