Na disputa com humanos, supercomputador leva a melhor em programa de perguntas

Ken Jennings e Brad Rutter tiveram momentos de vantagem, mas habilidade de compreender fala e base de conhecimentos de Watson foram decisivos.

Na terceira noite da disputa homem contra máquina no Jeopardy, o supercomputador Watson, da IBM, derrotou seus adversários campeões.

Depois de um começo lento no qual os adversários humanos Ken Jennings e Brad Rutter ultrapassaram o Watson, o supercomputador avançou de forma decisiva.

No fim da partida final, o Watson foi o grande vencedor, ganhando 77.147 dólares – Jennings ficou com 24 mil e Rutter, com 21.600 dólares.

No jogo, a máquina mostrou-se ineficiente em algumas categorias, mas foi rápida na campainha e demonstrou mais conhecimento que os campeões humanos.

“Ainda não é hora de entregarmos os pontos e celebrarmos a supremacia da máquina”, disse Dan Olds, analista da The Gabriel Consulting Group. “O Watson fez algumas coisas novas e brilhantes, mas ainda é uma máquina. O pensamento verdadeiro aqui é dos humanos que projetaram e ajustaram a máquina.”

O supercomputador jogador de Jeopardy da IBM tem sido considerado por alguns observadores como um dos maiores avanços em computação das últimas décadas.

O que há de tão significante aqui? É a habilidade do computador de entregar mais que cálculos e documentos. Ele pode responder a perguntas ditadas por pessoas. É isso, dizem os analistas do setor e os pesquisadores da IBM, que torna esta máquina bem mais equipada para conversar com pessoas.

“O grande passo aqui está na capacidade da máquina de ‘entender’ as questões e o contexto”, disse Olds. “Em termos simples, a parte difícil é fazer com que a máquina seja capaz de julgar efetivamente a intenção por trás das questões – decifrar os truques de linguagem que os humanos entendem de forma intuitiva.”

E Watson decifrou muito bem as questões do jogo.

No entanto, ele derrapou em algumas categorias, como “Atores que dirigem”. Jennings e Rutter tiveram vários momentos de vantagem – numa delas, eles responderam a sete questões uma atrás da outra.

No fim, Watson levou o grande prêmio de 1 milhão de dólares, que será destinado a caridade. Jennings receberá 300 mil dólares e Rutter, 200 mil dólares. Os dois também disseram que doariam seus prêmios para caridade.

Via IDGNow

Anúncios

One Response to Na disputa com humanos, supercomputador leva a melhor em programa de perguntas

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Kleidson Abreu and Consultoria S3, Rafael Honorato. Rafael Honorato said: Na disputa com humanos, supercomputador leva a melhor em programa de perguntas http://migre.me/3TA1z #S3Blog […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s