Cracker russo admite ter roubado US$ 10 milhões de banco

Yevgeny Anikin, de 27 anos, era membro de uma quadrilha internacional de cibercriminosos; ele foi detido após comprar dois apartamentos.

Um cracker russo admitiu ter invadido contas e roubado cerca de US$ 10 milhões de uma divisão do Royal Bank of Scotland em 2008.

Investigadores disseram que Yevgeny Anikin, de 27 anos, era membro de uma quadrilha internacional de cibercriminosos que roubaram as credenciais bancárias das vítimas e aumentaram o limite máximo de saque delas, par depois sacar o dinheiro em caixas em toda a Europa, Ásia e Estados Unidos.

“Quero dizer que me arrependo e admito minha culpa”, disse Anikin em seus comentários finais ao tribunal em Novosibirsk, na Sibéria, Rússia, de acordo com a agência Reuters.

O cracker foi detido em 2009, após ter comprado dois apartamentos e um carro de luxo em Novosibirsk. A sentença deverá ser anunciada até a próxima sexta-feira.

A Rússia é terra de alguns dos mais famosos crackers do mundo, incluindo o programador que criou o ZeuS, um malware que registra tudo o que o internauta digita no PC e envia um relatório para um cibercriminoso.

Por IDG

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s