Mundo open source vs. Mundo proprietário: a dicotomia das soluções de TI

Se preferir, ouça o áudio-artigo clicando aqui.

Não, não…esse não é mais um artigo sobre Linux vs. Microsoft. Não entrarei no mérito da discussão de corredor que termina por criar barreiras tecnológicas (ou seriam psicológicas?) entre grupos de profissionais e empresas.

Ademais, a vida não é feita só de Sistemas Operacionais. Ou depois que você compra um computador/laptop/servidor com o sistema operacional escolhido você fica apenas olhando para a tela? Decerto que não! Vem a instalação do editor de texto, do programa de edição de imagens, do tocador de música/vídeo e de tantos outros softwares.

Em um ambiente gerenciável de TI, com uma rede repleta de servidores, switches, roteadores, computadores e tantos outros dispositivos, um analista, administrador ou engenheiro de rede se depara rotineiramente com a tarefa de escolher a solução que melhor atende sua necessidade (ou a necessidade da empresa).

Muitas vezes o profissional tem sua preferência, seus argumentos, sua própria experiência que o fazem decidir por esta ou aquela solução. Em tantas outras, são os superiores que decidem qual solução será adquirida e implementada, seja pelo grande apelo financeiro, seja por orientação de consultoria externa, enfim; há que existir, sempre, um motivador para a ação.

Vamos lá: melhor do que tentarmos descobrir todas as respostas, o exercício agora é tentar fazer as melhores perguntas.

1. Esse sistema vai atender apenas a equipe de TI? O TI é o coração do negócio? Não? Então podemos usar alguma coisa open source! Exemplo: a TI tem um roteador Cisco, que vende também a licença de um software proprietário para fazer backup da configuração. Por que não usar o Rancid? Esse é o mundo open source.

2. Qual o grau de dificuldade para instalação/configuração/operação/documentação/treinamento da solução open source escolhida? Consegue-se mensurar isso? Mais uma vez: justifica-se economizar inicialmente optando por solução open source, mas sem suporte/documentação formal, ou gasta-se mais inicialmente e dilui-se o custo/investimento na linha do tempo, uma vez que haverá suporte técnico 7 por 24 por 365? Aqui cabe o cálculo do ROI.

3. Lavando a roupa suja agora: o pessoal de TI está habilitado para pesquisar uma solução open source, fazer testes, documentar e apresentar tal solução para a gerência de forma competente e convincente? E se a solução for proprietária? Muito cuidado! Serão gastos, talvez, algumas dezenas de milhares em dinheiro e, após algum tempo, a caixinha do software será uma triste lembrança: “Lembra-se quando instalamos esse software? Puxa, como era ruim!”

E se o tema é cloud computing ou computação em nuvem, aí o assunto fica mais delicado. Mas vou falar sobre isso em outro artigo, onde pretendo tratar o item “lock-in”. Não perca!

Bem, é claro que essa dicotomia entre as soluções de TI é válida, é natural e é desafiadora. Cabe-nos como profissionais da área de Tecnologia da Informação e Comunicação dominar a parte técnica, estar bem informados e saber comunicar bem aos gestores o que há de melhor no mercado para atender as demandas tecnológicas, seja open source ou proprietária.

Até a próxima!

Por Wagner Pereira

@wpereiratecno

A imagem usada é do tipo ‘royalty-free’.

Crédito: jscreationzs

http://www.freedigitalphotos.net/images/view_photog.php?photogid=1152
Licença Creative Commons
A obra Post no S3 Blog de Consultoria S3 Wagner Pereira WPereira Tecnologia foi licenciada com uma Licença Creative Commons – Atribuição – Uso Não-Comercial – Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.

Anúncios

One Response to Mundo open source vs. Mundo proprietário: a dicotomia das soluções de TI

  1. Jorge Santos disse:

    Bom artigo..parabens.

    Tirar um pouco o foco do Linux X Windows X Mac e concetrar mais no que realmente irá ser mais eficiente e rentável para o négocio deve ser o objetivo.

    Algumas vezes não temos o tempo ou não estamos habilitados, como vc destacou “o pessoal de TI está habilitado para pesquisar uma solução open source”. Ai aparecem soluções proprietarias “prontas”, “simples” e “rápidas” que depois virão enormes Abacaxis.

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s