Jovens na WEB

Metade dos adolescentes afirma saber como esconder vestígios de navegação na internet dos pais. Essa é uma das constatações do estudo “A vida secreta dos adolescentes: o comportamento dos jovens na web”, apresentado pela empresa de segurança McAfee nesta quarta-feira (10). De acordo com a pesquisa, 53% alegam ter formas de esconder as atividades online para os responsáveis.

Entre os principais artifícios que os jovens dizem usar para “driblar” os pais estão o a limpeza do histórico do navegador e a ocultação de janelas, quando responsáveis se aproximam.
O levantamento, que tem como objetivo indicar como os adolescentes brasileiros (de 13 a 17 anos) se relacionam com a internet, mostra que este público tem “total confiança” na segurança do que eles fazem na rede: 79% afirmam saber como manter a segurança online.

No entanto, 72% têm algum conhecido que sofre bullying (intimidação realizada por meio de ações intencionalmente hostis e repetidas), metade já infectou o PC com vírus ou spywares acidentalmente, 25% já tiveram informações pejorativas publicadas na rede e 20% tiveram senhas roubadas.

Uso da web e redes sociais

Os adolescentes brasileiros usam muito a internet. Segundo o estudo, 77% acessam a rede em média de seis a sete vezes por semana. Isso, de certa forma se justifica, pois boa parte dessas pessoas já “praticamente nasce usando a rede” e “já está acostumada a compartilhar e trocar informação desde cedo”, explicou Alexandre Momma, diretor de Atendimento da TNS, empresa que fez a pesquisa para a McAfee. Um pouco menos da metade dos entrevistados afirmou ter contato com a rede há mais de quatro anos.

No que diz respeito a redes sociais, oito em cada dez internautas adolescentes acessam redes sociais. Desses, 71% atualizam frequentemente seus perfis e 46% têm o costume de fazer alguma menção ao local onde está.

“O adolescente, por exemplo, posta no Twitter que está no cinema. Ainda que a informação pareça simples, isso pode fazer com que um usuário mal intencionado use isso para entrar em contato a família para simular um sequestro”, explicou José Matias, gerente de suporte técnico da McAfee, sobre os perigos da exposição da localidade.

O que o adolescente faz na internet

Na pesquisa também foram abordadas as dez atividades que os jovens mais realizam na internet. Dentre elas, sete apresentam riscos na navegação ao internauta: acessar sites e redes sociais (83%), upload e compartilhamento de fotos (67%), upload e compartilhamento de vídeos (57%), ler e postar mensagens em fóruns (37%), posts em blogs pessoais (36%), chat com desconhecidos (31%) e serviços que informam a localização (5%).

A pesquisa foi feita em setembro com 400 adolescentes brasileiros com faixa etária entre 13 e 17 anos, que se conectam em ambientes online ao menos uma vez por semana.

Extraído de UOL TECNOLOGIA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s